Mande sua Receita
Início > Blog > Síndrome do túnel do carpo

Síndrome do túnel do carpo

Quarta, 11 de março de 2015 | Categoria : Dicas de Profissionais
Síndrome do túnel do carpo

A síndrome do túnel do carpo é uma neuropatia(doença de nervo) resultante da compressão do nervo mediano no canal do carpo, estrutura que se localiza entre a mão e o antebraço.

O nervo mediano fornece sensação  ao lado da mão em que está o polegar (a palma, o polegar, o indicador, o dedo médio e para o lado do dedo anular mais próximo do polegar). A região do punho por onde os nervos chegam até a mão é chamada de túnel carpal. Ele é um túnel onde  o teto é a fileira dorsal de ossos, aspardes laterais também são ósseas, e seu assoalho é constituído por um tecido fibroso(uma corda) que se localiza na face volar do punho eé chamado de ligamento transverso do punho e que portanto fecha este circularmente. Qualquer causa que determina a diminuição do tamanho do Túnel (compressão em ampulheta) ou que aumente o conteúdo do túnel(doenças inflamatórias) pode determinar a compressão do nervo mediano a este nível  e causar dor, dormência, formigamento ou fraqueza – sintomas da síndrome do túnel do caA síndrome do túnel do carpo é geralmente mais comum em pessoas do sexo feminino. Isso pode ser porque a área do túnel do carpo é relativamente menor do que em homens, e pode haver menos espaço para erro.

As mulheres que têm a síndrome do túnel do carpo também pode ter túneis do carpo menores do que as mulheres que não têm a doença.

Sintomas de Síndrome do túnel do carpo

Os principais sinais e sintomas da síndrome do túnel do carpo incluem:

  • Dormência ou formigamento do polegar e dos dois ou três dedos seguintes, de uma ou de ambas as mãos
  • Dormência ou formigamento da palma da mão
  • Dor que se estende até o cotovelo
  • Dor no punho ou na mão, de um ou dos dois lados
  • Problemas com movimentos finos dos dedos (coordenação) em uma ou ambas as mãos
  • Desgaste do músculo sob o polegar (em casos avançados ou de longa duração)
  • Movimento de pinça débil ou dificuldade para carregar bolsas (uma queixa comum)
  • Fraqueza em uma ou ambas as mãos.

Diagnóstico de Síndrome do túnel do carpo

O especialista começará o processo de diagnóstico fazendo uma série de questionamentos sobre seu histórico médico e o histórico médico de sua família. Depois, partirá para o exame físico, no qual ele poderá encontrar vestígios de:

  • Dormência da palma, polegar, dedo indicador, dedo médio e do lado do dedo anular mais próximo do polegar
  • Movimento débil de pinça
  • Percussões leves sobre nervo mediano no punho que podem provocar dor do punho à mão (este é chamado de teste de Tinel)
  • Dobrar o punho totalmente para frente por 60 segundos, o que geralmente causa dormência, formigamento ou fraqueza (e este é chamado de teste de Phalen).
  • Aumento da dor e dormência noturna sem posição para colocar a mão.

Em seguida, se ainda não for possível determinar o diagnóstico, o médico poderá pedir para que você realize os seguintes exames:

  • Eletromiografia

A eletromiografia poderá ser falso positivo ou seus dados não representarem a intensidade da sintomatologia. Sempre se deve valorizar a clínica. Rx simples  só para afastar outras possibilidades mas se o médico tiver indícios da Síndrome ele deve ser dispensado assim como o ultrasson ou a ressonância nuclear magnética.

Tratamento:

O tratamento para a síndrome do túnel do carpo leva em conta principalmente a gravidade da doença., os sintomas do paciente.o tempo de queixa do paciente. Nos casos  iniciais,pode-se indicar a colocação de uma órtese para imobilizar o pulso e o uso de anti-inflamatório. Se não houver melhora,

Esgotadas as possibilidades de tratamento clínico, é indicada a cirurgia:ela se constitui na aberturea do túnel do carpo através de uma incisão volar que abre o ligamento transverso do carpo e sob visão direta se faz a liberação do Nervo mediano(Neurólise) é uma cirurgia de poucos riscos .  A cirurgia é bem-sucedida na maioria das vezes, mas depende de por quanto tempo o nervo foi comprimido e também da gravidade dessa compressão.A regeneração se dá  cerca de 1 cm por dia. Quando a doença é tratada adequadamente, em geral não há complicações. Quando não é tratada, o nervo pode ser lesado, provocando fraqueza, dormência e formigamento permanentes.

Expectativas

Os sintomas frequentemente melhoram com o tratamento, mas mais de 50% dos casos acabam exigindo cirurgia. Em muitos casos, a cirurgia é bem-sucedida, mas a recuperação pode durar meses, dependendo do caso.

Fonte: Este Texto é Uma contribuição do Dr. CELSO LUIZ DELLAGIUSTINA CRM 3535